Please reload

Posts Recentes

Fernando Vidal explica relação entre ovulação e endometriose

06.16.2018

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Gripe: uma doença comum que exige cuidados

A gripe é uma doença infecciosa que é causada por um vírus da família influenza. Existem 3 tipos deste vírus: A, B e C. O tipo C causa apenas infecções respiratórias menores e não costuma gerar tanto impacto na saúde pública e epidemias. Enquanto os tipos A e B são responsáveis pelas grandes epidemias sazonais que conhecemos.

 

SINTOMAS

Os principais sintomas da gripe e mais frequentes são febre, tosse, dor de garganta e dor no corpo. É muito comum confundirem a gripe com pequenos resfriados, mas ela é uma doença mais grave que apresenta febres mais “altas”.

 

A gripe costuma ser transmitida de pessoa para pessoa por meio de gotículas que são expelidas ao tossir ou espirrar. Ou então por meio das mãos, que após contato com superfície contaminada por secreções respiratórias de um indivíduo infectado, podem carregar o agente infeccioso diretamente para a boca, nariz e olhos.

 

TRATAMENTO

O tratamento da doença é indicado em casos mais graves, quando for identificado que a doença pode evoluir para uma pneumonia, ou então para aquelas pessoas que pertencem ao grupo de risco, são elas: Gestantes, crianças menores de 2 anos, idosos, portadores de doenças crônicas em tratamento, como doenças pulmonares e diabetes.

 

Em outros casos, é indicado tratar apenas os sintomas da gripe. Antitérmicos para controlar a febre e analgésicos para a dor. Geralmente, a doença persiste por 5 dias.

 

PREVENÇÃO

É importante manter-se sempre bem hidratado e tentar seguir uma dieta balanceada, principalmente, quando surgirem os primeiros sintomas da doença.

Ao tossir ou espirrar, procure utilizar um lenço, ou então, proteger a boca com as mãos. Após isso lave bem as mãos com sabão ou com solução em álcool gel. Evite ficar muito tempo em ambientes fechados e sem ventilação.

 

VACINA

É importante estar com todas as vacinas em dia, principalmente, para as pessoas que pertencem ao grupo de risco.

Como as vacinas contém sempre o vírus mais recente em baixa dosagem e morto, ela protege o indivíduo do vírus e suas mutações. Não é preciso ficar com medo de tomar a vacina por conta de possíveis contágios gerados por ela, pois o vírus presente nela já está morto e, serve apenas para estimular as defesas presentes no organismo.

 

DICA DO DOUTOR

Procure manter uma alimentação saudável e realizar exercícios físicos regularmente, além de lavar as mãos sempre que possível. Mantenha-se hidratado e em repouso quando estiver doente.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga