Please reload

Posts Recentes

Fernando Vidal explica relação entre ovulação e endometriose

06.16.2018

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Doenças pulmonares exigem tratamento

 

As doenças pulmonares obstrutivas crônicas (DPOC) são doenças progressivas e inflamatórias, mas também preveníveis e tratáveis. Trata-se de um grupo de doenças que bloqueiam o fluxo de ar para o pulmão, tornando a respiração difícil. Mesmo sendo tratável, a Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que em 2020 seja a terceira doença responsável por mais mortes no mundo, isso porque 86% dos pacientes costumam não saber de sua existência.

 

CAUSAS E DIAGNÓSTICO

A doença não se restringe somente aos pulmões, uma vez que os pacientes podem desenvolver a doença por falta de oxigenação adequada no coração, osteoporose, diabetes, perda de massa muscular, caquexia (emagrecimento exagerado), depressão e câncer de pulmão.

A causa mais comum é, sem dúvida, o tabagismo, seja por conta de: cigarros, com ou sem filtro; de palha ou não; cachimbo ou charuto; entre outros inaláveis. Porém, recentemente a DPOC também está sendo associada ao tabagismo passivo e queima de biomassa, como por exemplo, o uso constante de fogão à lenha, exposição à gases e vapores de diversas naturezas e poluição atmosférica, além do envelhecimento.

É Importante lembrar que, mesmo interrompendo a exposição, a doença pode se manifestar tardiamente. Outra causa possível é a deficiência de alfa-1-antitripsina (AAT) que acomete 1% das pessoas com DPOC, resultante de uma perturbação genética.

 

SINTOMAS E POSSÍVEIS COMPLICAÇÕES

A DPOC pode se manifestar de duas formas: como enfisema pulmonar que provoca a destruição das fibras e paredes dos alvéolos, ou seja, da arquitetura pulmonar. Ou então, como falta de ar e como bronquite crônica, em que há uma grande inflamação dos brônquios por conta do aumento na produção de muco, e, os principais sintoma são tosse crônica, produção de catarro, chiado e falta de ar.

Os pacientes com DPOC grave podem sofrer com falta de ar ao realizar qualquer atividade física e costumam ser internados no hospital frequentemente. Entre as possíveis complicações causadas pela doença estão: o desenvolvimento de arritmias; necessidade de máquina para auxílio na respiração e oxigenoterapia; insuficiência cardíaca no lado direito do coração (ventrículo direito) ou cor pulmonale (inchaço do coração ou insuficiência cardíaca devido doença pulmonar crônica); pneumonia; pneumotórax; perda de peso ou desnutrição grave e osteoporose.

 

PREVENÇÃO

Caso você responda positivamente três das questões abaixo, é importante consultar um pneumologista: Você tosse diariamente?; Apresenta catarro todos os dias?; Se cansa mais do que uma pessoa da sua idade?; Tem mais de 40 anos?; É fumante ou ex-fumante, independente do tempo que parou?

 

DICAS DO DOUTOR

É muito importante parar de fumar, caso seja fumante. O tabagismo é encarado como uma doença e deve ser tratado como tal, e, exige tratamento para sucesso a médio e longo prazo, na maioria das vezes, individualizado.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga