O que é queloide?

O dermatologista Sérgio Delort, no quadro Dicas do Doutor desta semana, fala sobre os quelóides, que são considerados tumores, tratam se de um exagero na forma de cicatriz, por definição é uma proliferação do tecido cicatricial, além do defeito cirúrgico, então se você foi fazer um pequeno furo no lóbulo de orelha por exemplo, e neste local crescer uma massa saindo totalmente da linha de cicatriz, isso é um queloide. Qualquer um, quando submetido a qualquer procedimento traumático na pele seja um corte por acidente ou uma tatuagem está sujeito a desenvolver quelóides naquele lugar, principalmente se já houver histórico dos mesmos em outros lugares. #queloide #dermatologia #dicasdodoutor

O paciente renal crônico tem restrição à alguma dieta alimentar?

O nefrologista Henrique Carrascossi, no quadro Dicas do Doutor desta semana, fala sobre restrições alimentares em pacientes renais crônicos. Podemos dividir estes pacientes entre os que fazem hemodiálise ou diálise peritonial e os que ainda não a fazem, estes últimos precisam restringir muito o sódio, a carne vermelha, frituras, gorduras e se possível também o peixe e o frango que apesar de serem menos nocivos não devem ser ingeridos em excesso. Para os pacientes que já fazem tratamento de diálise a dieta é menos restrita porém também devem evitar alimentos ricos em fósforo, sódio, proteínas, além do controle da quantidade de líquido ingerido. #rins #dieta #restriçãoalimentar #nefrologia

As verrugas podem ser removidas através de medicamentos?

O dermatologista Sérgio Delort, no quadro Dicas do Doutor desta semana, fala sobre as verrugas, que podem sim ser removidas por medicamentos, porém é importante buscar por uma avaliação médica, não deve-se usar qualquer medicamento, como os presentes hoje no mercado, que prometem congelamento quando na verdade apenas queimam a pele. O uso inadequado de medicação pode acarretar complicações principalmente quando não se tem um diagnóstico preciso. #dicasdodoutor #dermatologia #verrugas

O transplante renal é a cura?

O nefrologista Henrique Carrascossi, no quadro Dicas do Doutor desta semana, fala sobre o transplante renal, que na verdade não se trata de uma cura, e sim de um tratamento pois os pacientes terão de tomar medicações a vida toda para evitar que aquele órgão novo, no caso o rim, não seja rejeitado pelo organismo, que tende a expelir todo corpo estranho. Existem dados importantes atualmente que nos dizem que em transplantes renais quando o órgão vem de pacientes falecidos duram em média de 8 a 10 anos, e quando são doados por pessoas vivas duram de 12 a 15 anos, o que depende de vários fatores, tais como se o paciente faz uso adequado das medicações e como o organismo da pessoa reage a este no

Posts em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2020 - Produzido por APM (Associação Paulista de Medicina - Secção de Araraquara)